SoilControl - Instrumentos de Medição & Pesquisa
Vendas via fone (011) 3251.1599
Pesquisar:
Carrinho vazio
R$ 0,00
FLORESTAL    |    GPS's    |    HIDROPONIA    |    IRRIGAÇÃO    |    METERS    |    NOVOS!    |    OFERTAS!    |    PAISAGISMO    |    PISICULTURA    |    SEMENTES    |    SOLOS    |    TOPOGRAFIA    |    TRADOS & SONDAS
Atendimento Indisponível

Atmômetro modificado de evapotranspiração


Atmômetro modificado de evapotranspiração

Mais Imagens
Esgotado

Recomendar Produto
Características do produto:

O que é um atmômetro ?

Atmômetro é o nome dado a qualquer aparelho que mede o potencial de vaporização d’água da atmosfera, ao integrar as condições de temperatura, umidade radiação solar e vento na quantidade de água evaporada. O Atmômetro Beet é um evaporador modificado para simular o processo de transpiração das folhas de alfafa e fornecer diretamente em milímetros de água, a evapotranspiração de referência do local em que o aparelho é instalado. A simulação do processo de transpiração é obtida ao se cobrir a superfície cerâmica de evaporação com uma lona verde adequada, que oferece uma resistência a passagem de vapor d’água equivalente a resistência dos estômatos das folhas e promove a absorção da mesma banda de radiação solar. Testes de campo nos Estados Unidos mostraram uma variação de 5% a 16% para leituras diárias e de 0% a 14% para períodos de sete dias entre valores de evapotranspiração de referência obtidos pelo Atmômetro Beet e o modelo matemático de Penman que requer medições horárias de temperatura, umidade, radiação solar e intensidade de vento para cálculo em computador.

Para que serve um atmômetro?

A evapotranspiração de referência obtida do Atmômetro-Beet é usada para se obter a evapotranspiração de outras culturas nos seus diferentes estágios de desenvolvimento. Para se obter a evapotranspiração diária de culturas anuais, a evapotranspiração do atmômetro é reduzida conforme o gráfico ao lado que relaciona um coeficiente da cultura (Kc) e a porcentagem de solo sombreada com o sol a pino. No caso de pomares, a evapotranspiração é obtida em litros por árvore ao se multiplicar a evapotranspiração do atmômetro (mm) pela área da projeção da copa de cada árvore (m2).

O que é o balanço hídrico do solo ?

O balanço hídrico do solo é um dos métodos de decisão de quando e quanta água aplicar através de um sistema de irrigação. Da mesma maneira que numa conta bancária, o saldo de água disponível no solo a cada dia depende dos depósitos (chuva e irrigação) e das retiradas (evapotranspiração da cultura). Desta maneira, o agricultor vai acompanhando a evapotranspiração diária até atingir um valor limite para ser reposto pela irrigação.

Outras informações necessárias para fazer o balanço hídrico?

Para se realizar o balanço hídrico do solo é necessário saber as características de retenção de água do solo, a quantidade de água disponível inicialmente ao longo do perfil do solo e também qual a profundidade que as raízes da planta atingem. Com estes dados em mãos, o agricultor pode estabelecer uma porcentagem do total de água que o solo pode armazenar a cada fase do ciclo da cultura como um limite para iniciar uma irrigação evitando o stresse hídrico da sua cultura.
Entretanto, um agricultor pode optar por um "método aproximado" mais simples, conforme o modelo em anexo. Como o objetivo da irrigação é repor a água evapotranspirada pela cultura, o agricultor pode iniciar o balanço hídrico do solo no primeiro dia após uma chuva ou irrigação pesada, e ir acumulando a evapotranspiração da cultura diariamente até que esta se iguale a lâmina que usualmente ele aplica a cada irrigação. Desta maneira, ele manterá uma umidade do solo sempre próxima ao valor inicial favorável, e saberá quando o solo está apto a receber a lâmina que costuma aplicar.

Quantos instrumentos  são necessários e onde instalar?

Atmômetro é um aparelho que integra as condições climáticas do local na quantidade de água transpirada. Assim sendo um atmômetro é suficiente para áreas de até 200 Ha salvo as situações atípicas de grande variação de microclima em regiões montanhosas. Ler um atmômetro é tão simples como ler um pluviômetro. Basta olhar na escala lateral, calibrada em milímetros, o nível d’água do aparelho. Subtraindo-se duas leituras de dias consecutivos, obtém-se a evapotranspiração de referência do período. Um conjunto Atmômetro-Pluviômetro deve ser instalado em um local que simule a situação da copa do campo cultivado, livre de barreiras de vento e barreiras de insolação, num gramado por exemplo, para evitar que o ar quente de solos nus influencie na condição ideal de se obter a evapotranspiração de referência.

EXEMPLO DE PLANILHA DO BALANÇO HÍDRICO DO SOLO

  BALANÇO HÍDRICO DO SOLO  
LOCAL:         CULTURA:    

Data

Leitura Atmometro

Etr

Kc

Etc

Chuva ou Irrigação

Etc

Observações

           

1

 

D

2

4

5

6

7

8

 

D+1

3

           
               
               
               
               

1 = Atribuí-se o valor inicial de zero (0), quando o solo está em condição favorável de umidade.

3 = Leitura do nível do Atmômetro no dia "D".

2 = Leitura do nível do Atmômetro no dia "D + 1".

4 = 3 - 2 Evapotranspiração de Referência (Etr) para o dia "D".

5 = Coeficiente de Cultura (Kc), estimado em função do sombreamento do solo.

6 = 4 x 5 Evapotranspiração da Cultura (Etc).

7 = Lâmina d’água adicionada ao solo devido a chuva ou irrigação.

8 = 1 + 6 - 7 Atualização da Evapotranspiração da Cultura (Etc) acumulada.